sobre a nova ~vibe do blog

quando decidi reativar o kaffeina e finalmente finalizar a migração para o wp, pensei em falar por aqui sobre como tô cansada do instagram e de como ali me sinto correndo correndo & correndo pra alcançar lugar nenhum. mas aí eu reli esse post aqui, que escrevi em 2020 (começo da pandemia) quando o blog voltou com esse nome que vocês conhecem, e vi que não tinha muita coisa nova pra desabafar sobre isso além do que já foi dito. pouca coisa mudou na minha relação com essa plataforma — e internet em um gerale o blog segue sendo meu ponto de refúgio, onde me sinto mais livre e inspirada pra criar.

eis que esses dias a barbs passou por aqui e deixou um comentário lindo nesse post, dizendo que o blog tava com uma carinha muito chic e que tava amando a ~vibe dele. e isso me fez pensar muito sobre as mudanças (internas e externas) que estão rolando do lado de cá. eu tô bem orgulhosa do novo rumo que esse espacinho aqui tá tomando, mas muito mais do que isso, tô feliz por fazer algo do meu jeito e simplesmente pra me agradar. até porque sempre me cobrei DEMAIS em tudo que faço, especialmente no quesito ~criar coisas. e pode ser que quem passe por aqui agora (e já me conheça de outros carnavais) nem consiga ver tanta diferença, mas eu me sinto diferente.

eu não me importo mais em ser (só) uma pessoa inspiradora.

tenho aceitado que metade de mim é a busca por equilíbrio, onde gosto de organizar coisas e ver e (tentar) criar coisas bonitas pra compartilhar. já a outra metade é um completo caos, onde penso demais (sempre) e nunca acho que algo que faço é bom o bastante, buscando sempre encontrar um motivo pra continuar (ou não) fazendo seja lá o que for. eaí que aqui, agora, não me importo mais em fazer posts cheios de fotos bonitas, só faço do jeito que der. assim como não me importo mais em passar dias sem conseguir pegar na minha câmera quando se trata de fazer registros pra mim. se eu não estiver na vibe, é com o celular mesmo e acabou. ou reaproveitando alguma foto de mil anos atrás, como no caso desse post. foda-se que sou fotógrafa. sou só uma fotógrafa cansada.

escrevo tudo em minúscula, repito palavras quando o vocabulário falha, escrevo palavrão. e é isso, quem gostar gostou. e é claro que é sempre maravilhoso ter quem goste, quem te acompanhe. mas o mais legal ainda é conseguir ir se livrando de certas pressões que nem sei de onde vieram (mas talvez a terapia um dia explique) e o blog me proporciona essa liberdade que é no mínimo maravilhosa. espero muito que esse ~sentimento com esse cantinho perdure, mas caso acabe, pode ser que eu suma também. porque é isso: tudo bem precisar dar um tempo. já tenho obrigações demais de trabalho e sobre o futuro da minha vida & carreira pra me preocupar, que aqui seja um espaço de descanso pra minha mente bagunçada. e que vez ou outra (por sorte ou destino) dê pra inspirar alguém que me encontrou pelo caminho.

faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

31 comentários em “sobre a nova ~vibe do blog

  1. “feliz por fazer algo do meu jeito e simplesmente pra me agradar”- mesmas vibes por aqui, especialmente em relação à fotografia. minha relação com ig é extremamente conflituosa. ao mesmo tempo que amo conectar com as pessoas por lá e me inspirar com trabalhos lindos de outros criadores, odeio a forma como a plataforma é construída para fazer você gastar seu precioso tempo de vida lá. por isso tenho focado na fotografia analógica que é leeeeeeentaaaaa. totalmente o contrário de toda a correria que não leva ninguém a lugar nenhum. Espero que você continue inspirada para postar aqui sem pressão, só porque você quer. fiquei encantada com essa magia aí da imagem que parece um vidro mostrando a foto por baixo à medida que rolo a página. fiquei que nem uma bocó rolando para cima e pra baixo umas várias vezes hahahhaha

    • nossa alê, sim! ai imagina vc ter que trabalhar (pra se sustentar) com fotografia nessa plataforma? simplesmente desesperador. e eu amo como a fotografia analógica faz a gente andar mais lentamente, é uma forma muito especial de registrar a vida <3 sobre o efeito da foto: menina tô me divertindo com as opções que o WP oferece (com esse novo editor) e amei esse efeito tb kkkkkk

  2. Nossa K., falou tudo. Eu tenho estado cada vez menos presente no instagram (que é a minha única rede social ativa, fora o blog), tenho tido uma preguiça gigante de tudo por lá. De vez em quando eu ainda tento aparecer, pra ver se a vontade de postar volta, mas tá complicado… Tô sem vontade até de ver o que as pessoas andam postando, um sem-saco generalizado.

    Fico MUITO feliz de ver que você está mais presente aqui no Kaffeina (que tá lindo by the way). Dá um quentinho no coração saber que ainda tem pessoas que valorizam essa pequena bolha de liberdade conhecida como blog :).

    • eu amo que seu blog tá SEMPRE por aqui, ca! simplesmente um ícone dessa blogosfera. seu bloguinho me inspira a continuar <3 obrigada pelo comentário!

  3. Olá,
    Também me sinto como você, correndo atrás do vento no Instagram, mas o blog eu sempre falo que é “meu refúgio”, meu cantinho especial nessa vasta internet, e a melhor parte, é que o blog é flexível, ele muda junta com a gente, ele é uma reflexão de nós mesmos, e isso é muito libertador, ter um espaço onde podemos ser quem somos.

    • nossa, sim! melhor coisa ter um espaço assim, que vai mudando no nosso ritmo conforme nossas próprias transformações da vida <3

  4. oie!

    ainn, como é bom sentir a leveza q vc quer transmitir!!!

    tbm ando nessa fase de slow blogging nas coisas pessoais. depois de tanto surtar, querendo ser criativo/produtivo/presente, acho que consegui chegar num momento em que compartilho o que quero, no momento que bater a coragem e sem se cobrar.

    se é pra ser algo prazeroso, pq ficar cansado ao fazê-lo? acho q esse tá sendo o meu ponto principal de reflexão.

    amei o layout do blog e já vou colocar na minha listinha do blogroll. <3

    bj!

    • ai é exatamente isso! a gente já tem obrigações demais na vida, que o blog seja um espaço pra se inspirar, criar, respirar. enfim. muito obrigada pelo comentário e visita <3

  5. Eu amo que, assim como é um respiro do lado dái, acaba sendo do lado daqui também, pra quem tá lendo. <3

  6. Blog é a melhor plataforma que existe na internet, quem discorda tá errado kkkk
    Aqui a gente recebe mais carinho e uma atenção especial né? A pessoa para, dá atenção pra ler o que você escreveu e tira esse tempo, comenta e tal, é muito gostosinho essa comunidade <3

    O visual do seu blog tá lindo (nada como os templates da Gabi/Lovelogic né haha). Feliz que voltou com tudo pra blogosfera, Ká!
    Bjs ;)

    • nossa sim! no instagram tá só todo mundo correndo pra dar conta de ver os 5 milhões de conteúdos. a plataforma engole a gente demais. obrigada, julie <3

  7. mulher do céu eu tô me coçando demais pra voltar a escrever no blog desde que voltasse também. bate essa inspiração doida, essa vontade de retornar com algo que gosto tanto e que tá meio jogado as traças porque é o que tem dado. mas acho que é isso a gente é só uma [insira aqui alguma coisa] [no meu caso, mãe] cansada mesmo HAHAHAHAHA. desculpa se eu soar repetitiva mas fico muito feliz de ter ver por esses lados da rede novamente <3

    • ba tu tá sempre por aqui (mesmo com eventuais sumiços) e é simplesmente um EXEMPLO. amo demais acompanhar sua vida há tantos anos pelo blog <3 e tô muito feliz de estar de volta tbbbb!

  8. Eu conheci seu blog por acaso e já se tornou meu amor a primeira vista.
    Prefiro mais o blog do que o instagram: ” tô cansada do instagram e de como ali me sinto correndo correndo & correndo pra alcançar lugar nenhum”. Me senti definida nessas palavras, porque é assim que me sinto. Passei quase um mês longe das redes sociais até conseguir passar o cansaço e a inspiração voltasse e foi daí que eu consegui escrever 6 postagens ainda a serem publicadas.
    Fiquei muito feliz, e ainda me sinto inspirada em querer criar um pouco mais!

    Blogger | Instagram | Pinterest

    • é doido como o instagram acaba com nossa criatividade, né? eu amava aquele lugar, mas tá cada dia pior seguir ali dentro. focar no blog é a melhor coisa pra conseguir se manter inspirado. muito obrigada pela visita e comentário <33333

  9. Eu adorei esse texto K! Me identifiquei em tantas partes que nem sei qual destacar. Vou ser preguiçosa e escolher a já destacada: “eu não me importo mais em ser (só) uma pessoa inspiradora”.

    Também sofro muito em criar. Mas eu estou entendendo que muitas vezes a gente sofre porque quer que essa criação seja rentável ou seja viral (que tenha que ser postado e curtido). E nem tudo na nossa vida precisa ser mensurado por um público. Claro que é bom, como você disse. Mas quando esse é foco, aí que a gente perde a noção do que estamos fazendo aqui.

    Eu espero que você se encontre e continue voltando sempre que achar que precisa. Vou estar sempre te acompanhando ♥

    • pra mim acho que o que pega mais sempre é a quantidade de informação que recebo ali e o sentimento de que nunca vou dar conta de acompanhar tudo, além da comparação mesmo de não achar que tô fazendo de forma boa o bastante (vai entender kkkk). muito obrigada <3

  10. Me identifiquei TANTO com esse post! E percebo que muita gente tem feito esse movimento em fazer dos blogs aquilo que eles foram feito pra serem em essência, um lugar mais tranquilo msm. E parece que tirando a pressão, a coisa flui, incrível.

    Abraços, K.

  11. Estou voltando a ler blogs novamente, e me identifiquei muito com seu post. Realmente tudo no Instagram parece sempre está correndo e isso acaba sufocando a gente. Sempre penso que não tô fazendo nada da minha vida pq no insta todo mundo já alcançou alguma coisa.

    A cobrança com blogs sempre chega pra gente, né? Também tô tentando seguir com o blog de forma mais leve e sem muitas cobranças. Me identifiquei muito com seu post!

    • acho que aqui a gente tem mais espaço mental pra criar sem cair tanto nessas pilhas, mas é sempre preciso ficar atento, né? hahahaha

  12. Pingback: aquele falando da rotininha com o blog