aquele falando da rotininha com o blog

dia 23 completou um mês que o kaffeina tá de volta para a rede mundial de computadores. e agora, DEZ posts depois, acho que posso dizer que criei uma rotininha simples e saudável com ele. ou ainda melhor, que consegui colocar novamente o blog e tudo que envolve a blogosfera na minha vida novamente, mesmo nas semanas mais caóticas (que infelizmente ainda são bem frequentes). em um dia leio blogs amigos, em outro respondo comentários, quando a inspiração bate começo a escrever ou só coloco o título pensado para o texto no rascunho. quando dá desenvolvo melhor a postagem que iniciei antes. e quando não consigo fotografar o que imaginei, uso alguma das minhas mil fotos antigas ou até cogito caçar alguma coisa em um banco de imagens (why not?).

uma coisa que tá muito clara na minha cabeça agora que retornei é que é importante não deixar coisas pequenas me impedirem de criar coisas novas por aqui — seja uma foto não feita, algum ajuste no layout ou o que for — como muitas vezes já fiz no passado. e blogar assim tem sido maravilhoso. inclusive: indico.

fora isso também tenho respeitado muito meus momentos de inspiração (que não são nada lineares) e meu tempo & energia disponíveis em cada dia. aliás, esse post era pra ter sido publicado na quinta passada, pra completar as duas postagens semanais que andava fazendo, mas meu corpo e minha cabeça não permitiram. esse post de segunda me demandou muito esforço (pelas fotos especialmente, já falei sobre o meu probleminha sendo fotógrafa, né?) e na quarta, quando tentei escrever, não consegui desenvolver nada. até porque também já estava exausta por outras demandas do cotidiano. trabalhar, estudar e criar coisas paralelas já é cansativo, fazer tudo isso acompanhando as notícias desse país fica ainda mais difícil, quase impossível em alguns momentos. porém, aqui estamos alguns dias depois do planejado inicialmente: comemorando o mêsaniversário do kaffeina e conversando sobre criar coisas sem (tanta) pressão.

esses foram os dois posts mais lidos por aqui no último mês:

no final essa postagem não possui um grande objetivo e saiu menos elaborada do que imaginei inicialmente, então acredito que ela sirva mais como um lembrete de que é possível fazer as coisas que a gente gosta de fazer (e que não são trabalho) de pouquinho em pouquinho. com passos imperfeitos, mas quase sempre constantes. aproveitando os pequenos momentos livres do dia a dia em que nossas mãos conseguem largar o celular (oremos) e finalmente controlamos o dedo do scroll infinito /autocrítica. e pra quem tava com medo de voltar, fazer um post bonito e desaparecer logo em seguida, isso já é uma grande conquista.

beijos e até a próxima postagem, que deve sair na quinta se tudo der certo 🖤

K.

faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

20 comentários em “aquele falando da rotininha com o blog

  1. Estou voltando aos poucos a ler blogs (organizando tudo no feedly, tentando sair um pouco das redes e tal) e fiquei feliz em encontrar o seu. Gostei da ideia de falar sobre a “rotininha” do blog, toda vez que leio algo assim dá vontade de voltar a blogar também :)
    Beijos

    • ah, que bom que me encontrou e que tá vivendo esse momento com os blogs novamente. espero que consiga voltar com o seu tb <3

  2. Temos que comemorar essas conquistas mesmo. Blogar nos tempos de hoje é realmente valorizar algo que gostamos. É deixar de ir na onda. Eu tô bem feliz com a minha volta e pela comunidade que está ganhando força novamente.
    Acho importante o que falou de ir fazendo aos poucos e trabalhando com o que for possível. É outro ganho na sociedade da perfomance.
    bjs

  3. Olá!
    Amei esse post e com passos imperfeitos vamos criando e melhorando a cada dia. Perfeição demais é muito chato e com cada passo dado dando nosso melhor ou o melhor que podemos dar em determinado dia já faz toda diferença tanto na rotina como na nossa vida. Só eu sei como é essa cobrança excessiva, deixar de fazer algo e a cada dia tentar se cobrar menos e fazer o melhor que pode já é um avanço enorme.
    Amei as suas fotos e seu texto mostrou amor e coragem ao voltar para esse cantinho, recomeçar é preciso e libertador.
    Beijos e esteja sempre aqui.

    https://www.parafraseandocomvanessa.com.br/

  4. sempre bom te ver de volta <3 eu gosto de pensar os blogs desse jeito também. criar com o intuito de registrar a vida, fazer disso um tipo de respiro, sabe? as coisas aqui fora já andam tão difíceis. escrever/fotografar para cá é um ponto de paz.

    abraço, amiga (:

    • demais, miga. e eu amo ver sempre posts novos no seu blog, com registros lindos (em textos ou imagens) do seu cotidiano <3

  5. Que delicinha de ler o que disse nesse post e que felicidade por você estar criando pra si mesma, pelo prazer de criar. A gente às vezes coloca umas limitações bobas na frente do que queremos fazer né? E acabamos até esquecendo que são essas pequenas coisas que nos paralisam. Que venham mais meses de criação espontânea e nada cansativas pra ti <3

    Beijos

  6. Blogar sem pressão nenhuma, quando dá vontade e/ou inspiração: taí a verdadeira sabedoria.
    Tenho praticado isso também, tentando não me cobrar quando as coisas não saem como planejado.
    Muito bom “ver” você com mais frequência por aqui K. :)

  7. muito feliz por você estar conseguindo respeitar seu tempo e energia e criar sem pressão. e muito grata também por você sempre deixar um recadinho lá na minha casinha virtual. eu tb procuro postar só quando bate aquela coceirinha da ideia que quer virar post. às vezes eu sumo por dois meses e tudo bem. o blog não é pra ser um fardo na minha vida. tenho visto muita gente cansada das redes sociais e voltando para a blogosfera e isso me alegra bastante. :-***

  8. o peso que sai das nossas costas quando a gente tira as obrigações (que a gente tirou sei lá da onde) dos nossos hobbies né? acho que eu até aliviei bastante a pressão que eu tinha com o meu blog mas queria perder isso do maldito feed organizado do instagram kkkcryng não é como se eu tivesse muitos seguidores pra me importar então why diabos ainda me importo? questões HAHAHHAHA enfim, devaneios a parte, feliz que o blog tá sendo gostosinho ai pra ti. tem sido muito legal acompanhar esse teu retorno <3

    • nossa miga SIM. a gente se preocupa demais com coisas bestas (e eu mesma não consigo desapegar da porcaria do feed organizado). mas vamos aos poucos tentando liberar essa tralha mental, né? <3